postado em: 26/07/18 as 10:10, atualizado em: 27/07/18


Diretoria da Ameron se reúne com gestores públicos para reforçar a prorrogação das inscrições do Concurso de Redação


Para reforçar o apoio ao concurso que teve as inscrições prorrogadas para o dia 20 de agosto de 2018, a diretoria da Ameron se reuniu com os secretários de educação do Estado de Rondônia e do Município de Porto Velho. As duas reuniões trataram tanto do concurso de redação, como a apresentação dos projetos de gestão voltados à educação nas duas pastas.

Notebooks, tablets e retroprojetor para a escola com alunos mais bem posicionados, esses são alguns dos prêmios previstos para o Concurso de Redação da Ameron que marca o aniversário dos 35 anos da Associação dos Magistrados do Estado de Rondônia. Além dos estudantes, os professores orientadores que estarão entre os vencedores também devem ser premiados. A comissão julgadora será composta por juiz, representante da sociedade civil organizada e docente em línguas.

Na primeira reunião, o presidente da Ameron, desembargador Alexandre Miguel explicou ao secretário municipal de educação, César Licório e a secretária adjunta Gláucia Negreiros, o propósito do concurso. “Nossa proposta é saber o que as crianças, que são o futuro da nossa sociedade, pensam a respeito do Judiciário. Se elas conhecem o trabalho do juiz e de que forma as ações da Justiça afetam na comunidade”, destaca o magistrado.

Na ocasião a secretária adjunta da Semed, Gláucia Negreiros, parabenizou a Associação pela iniciativa de desenvolver esse projeto e contemplar os estudantes e professores da rede pública, pois estimula a valorização da educação. “Um trabalho como esse vem a contribuir, pois incentiva nossos estudantes e professores a buscar o conhecimento pela leitura e escrita. É uma forma de trabalhar questões pedagógicas dentro da escola. Além do mais, sabemos das dificuldades que o poder público tem para atuar dessa forma e quando uma Associação tem esse olhar para a educação, isso se torna um privilégio para os nossos alunos que se sentem motivados”, avalia a secretária adjunta.

O Estado também se comprometeu em orientar os professores a realizarem atividades multidisciplinares para trazer várias temáticas, que envolvem o Judiciário, em sala de aula com objetivo de preparar os alunos para o concurso. “É preciso que os alunos façam uma reflexão em cima disso e reconheçam o papel da Justiça, principalmente em um momento em que a nossa sociedade está vivenciando quando se busca o resgate da ética e da credibilidade. As ações da Justiça devem ter as discussões ampliadas para que os nossos estudantes possam elaborar uma redação de alto nível de qualidade”, comenta a secretária estadual da educação Maria Angélica Silva Ayres que esteve reunida com a diretora geral de educação Elizabteh Matias de Siqueira e a vice-presidente da Ameron, juíza Inês Moreira da Costa.

Concurso de Redação – 35 anos da Ameron

O concurso de redação com os alunos das escolas públicas de todo estado, com a participação dos estudantes do 6º ao 9º ano e do ensino médio, teria o encerramento das inscrições previstas para o dia 15 de julho, mas a comissão organizadora do concurso decidiu estender por mais um mês por conta dos pedidos das escolas em virtude do recesso escolar. Desta forma, a nova data de encerramento das inscrições é até o dia 20 de agosto e traz como temática: “A atuação da Justiça como guardiã dos Direitos e na defesa da cidadania”.

Para participar do concurso, o candidato deve baixar o formulário de redação, preencher todos os campos e redigir o texto nesse formulário. Em seguida deve encaminhar o formulário até o dia 20 de agosto para o e-mail ameronro@gmail.com e aguardar o resultado. A redação será corrigida por uma comissão julgadora formada por um magistrado, um jornalista e um professor de língua portuguesa.

As redações devem seguir os critérios estabelecidos no edital que pode ser baixado no endereço eletrônico www.ameron.org.br e o tema proposto é “A atuação da Justiça como guardiã dos Direitos e na Defesa da Cidadania”. Ao todo serão três categorias avaliadas: Redação I (alunos do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental e EJA – Educação de Jovens e Adultos), Redação II (alunos do 1º ao 3º ano do Ensino Médio, na modalidade Regular e Ensino Técnico e alunos da modalidade Jovens e Adultos – EJA seriado - do 1º ao 3º ano do Ensino Médio) e Escola (os estabelecimentos de ensino da rede pública que desenvolverem atividades de sensibilização e mobilização escolar juntamente com a comunidade escolar local, em torno do tema do Concurso).

Serão desclassificadas pela comissão julgadora as redações: impressas; ilegíveis; plagiadas; originárias de outros concursos de Redação. A média será calculada em cima do somatório das notas atribuídas por cada membro da comissão julgadora.

Mais informações podem ser obtidas pelo telefone: 32229-1736/3229-1371/3217-1398. O edital completo está disponível no site www.ameron.org.br

Fonte: Assessoria de Comunicação - Ameron

comments powered by Disqus