postado em: 30/07/18 as 08:36, atualizado em: 27/07/18


Presidente da Ameron ouve as necessidades dos magistrados do interior de Rondônia


Com a finalidade de aproximar as ações desenvolvidas pela diretoria da Associação dos Magistrados do Estado de Rondônia (Ameron) e os associados, o presidente da entidade, desembargador Alexandre Miguel, visitou ao longo do mês de julho alguns polos do interior do Estado. As reuniões trataram sobre a política de atenção e priorização do 1º grau, contratação de “Built to Suit” (BTS) que em português significa “construído sob medida” para alocar prédios do Judiciário, a segurança dos magistrados do interior e outros assuntos que envolvem a magistratura.

O presidente da Ameron percorreu de carro mais de 1.200 km em três dias, quando visitou os magistrados lotados nas comarcas de Ji-Paraná, Cacoal, Ouro Preto do Oeste, Rolim de Moura e Pimenta Bueno. “Essas reuniões são muito importantes para a manutenção de um processo associativo democrático porque é fundamental que haja o envolvimento das discussões acerca dos interesses dos magistrados. Coletar essas informações, nos possibilita trabalhar com esforço maior para reduzir ou eliminar as deficiências que são apontadas pelos demais colegas. Com melhores condições de atuação do juiz quem ganha é a sociedade que passa a contar com um Judiciário mais forte, rápido e eficiente”, avalia o desembargador Alexandre Miguel.

Para a juíza da comarca de Pimenta Bueno, Roberta Cristina Garcia Maced, a reunião foi importante, “ principalmente pelo acesso do nosso presidente direto ao interior como forma de trazer informações e notícias sobre as últimas ações da Ameron, os anseios dos associados e ouvindo ainda as sugestões de todos. Avalio a iniciativa de forma positiva, ressaltando a união e a aproximação da Associação em relação aos magistrados de todo Estado”, afirma a juíza.

Enquanto que para o juiz da comarca de Ouro Preto do Oeste, Rogério Montai: “a vinda do desembargador Alexandre Miguel a Ouro Preto do Oeste foi muito importante, demonstrando o respeito e a preocupação com os magistrados do interior, sobretudo, para, de perto, apresentar os resultados e as perspectivas do excelente trabalho desenvolvido à frente da Ameron”, finaliza o magistrado.

Para o juiz da comarca de Rolim de Moura, Leonardo Leitte de Mattos e Souza, o encontro representa uma oportunidade para acompanhar as ações que a Ameron tem desenvolvido em defesa da magistratura. “Essa reunião demonstra mais atenção da presidência e percebemos que há uma preocupação com as atividades que estão sendo desenvolvidas pelo Tribunal a respeito da valorização e priorização do primeiro grau de jurisdição, no sentindo de fornecer mais estrutura aos gabinetes, criando e implementando mais cargos de assessoria. A Ameron está empenhada em fazer valer essa regra de priorização Outro ponto que chamou a atenção é a manutenção do serviço de vigilância nos prédios dos fóruns pelo interior, reforçando a segurança dos magistrados e servidores”, observa o associado.

Participaram das reuniões dos seguintes magistrados das respectivas comarcas: Ji-Paraná – Valdecir Ramos de Souza, Haruo Mizusaki, Edson Yukishigue Sassamoto, Sílvio Viana, Edewaldo Fantini Júnior, Fábio Batista da Silva e Maximiliano Darcy David Deitos; Ouro Preto do Oeste – Rogério Montai de Lima, José Antônio Barreto e Glauco Antônio Alves; Cacoal – Valdirene Alves da Fonseca Clementele, Emy Karla Yamamoto Roque, Elson Pereira de Oliveira Bastos, Ivens dos Reis Fernandes, Ane Bruinjé e Luís Delfino César Júnior; Rolim de Moura – Eduardo Fernandes Rodovalho de Oliveira e Leonardo Leitte Mattos e Souza; Pimenta Bueno – Wilson Soares Gama e Roberta Cristina Garcia Macedo.

Outras visitas serão agendadas para os polos que ainda não foram visitados, à exemplo de Ariquemes, Vilhena e Guajará-Mirim.

Fonte: Assessoria de Comunicação - Ameron

comments powered by Disqus