postado em: 27/08/18 as 09:40, atualizado em: 27/08/18


Corregedoria apresenta projeto Declare Seu Amor ao STF


A Corregedoria-Geral da Justiça de Rondônia (CGJ), representada pelo corregedor-geral, José Jorge Ribeiro da Luz, o juiz auxiliar da CGJ, Adolfo Theodoro Naujorks Neto e a juíza Ana Valéria Ziparro – visitou o Supremo Tribunal Federal para apresentar a campanha “Declare Seu Amor”. O projeto busca incentivo de contribuintes para doações ao Fundo dos Direitos da Criança e do Adolescente.

Durante o encontro com o ministro Luiz Fux e a embaixadora do projeto, a advogada Anna Carolina Noronha, os idealizadores do projeto apresentaram informações sobre a campanha idealizada pela CGJ, mas que tem ação efetiva em todo o país. O juiz auxiliar do Supremo Tribunal Federal, Márcio Figueiredo de Lacerda Guerreiro, também acompanhou a reunião.

De acordo com a juíza Ana Valéria Zipparro, idealizadora do projeto, o Declare Seu Amor nasce como responsabilidade do Poder Judiciário e de outros poderes e parceiros públicos e privados para promover a transformação social pela conscientização dos cidadãos, quanto ao direito participativo na formulação e na implementação das políticas públicas, por meio de organizações representativas e por meio de seus impostos.

“O exemplo mais importante é a necessidade de políticas públicas que garantam o direito humano das crianças e adolescentes, que precisam ser protegidos contra ameaças e violências e precisam dispor de condições que promovam seu desenvolvimento integral e suas capacidades”, ressaltou a magistrada.

WhatsApp Image 2018-08-21 at 19.02.39 1

O material gráfico da nova campanha, que pretende dar maior destaque às práticas exitosas, foi apresentado ao ministro, além de outras mídias como o vídeo sobre projeto de Ji-Paraná. O ministro se mostrou entusiasmado pelas ações já realizadas na campanha.

Para a juíza Ana Valéria Zipparro, idealizadora do projeto, a atitude do ministro Luiz Fux de se prontificar a conhecer detalhadamente o projeto, fortalece as próximas campanhas. “O projeto está referendado por profissional competente, notoriamente probo e de grande defensor da nossa Constituição Federal”, comemorou.

O corregedor-geral, José Jorge Ribeiro da Luz, concluiu afirmando que o interesse do ministro Fux caminha para uma união inédita de instituições com a finalidade comum de garantir a sustentabilidade social do país e de fortalecer o Poder Judiciário, pela iniciativa.

Fonte: Assessoria de Comunicação - TJ/RO

comments powered by Disqus