postado em: 01/11/18 as 18:30, atualizado em: 02/11/18


Juíza Claudia Mara da Silva Faleiros Fernandes é uma das vencedoras do Prêmio Boas Práticas 2018


O prêmio Boas Práticas 2018 do Tribunal de Justiça de Rondônia (TJRO) foi realizado na última semana, em Porto Velho. Na categoria ‘recursos’, o projeto “Controle Prazo Benefícios Execução de Pena”, representado pela juíza Claudia Mara da Silva Faleiros Fernandes e a servidora Caroline da Silva Modesto, foi o vencedor.

“Em nome da Associação dos Magistrados do Estado de Rondônia, quero parabenizar a juíza, Dra. Claudia Mara e sua equipe, pela conquista do primeiro lugar na categoria ‘recursos’. Ganhar o Prêmio Boas Práticas é uma honra para todos nós e mostra que estamos criando ações por meio de projetos para o aperfeiçoamento da Justiça”, comenta o presidente da Ameron, Alexandre Miguel.

O Prêmio Boas Práticas 2018 foi realizado no encerramento da ‘Semana do Servidor’, com a cerimônia do anúncio dos vencedores da premiação. A iniciativa é do Departamento de Acompanhamento e Desenvolvimento de Carreira (Deadec), com parceria da Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão (Sepog).

As práticas bem-sucedidas premiadas contribuem de modo positivo em oferecer à sociedade o efetivo acesso à Justiça. O prêmio possibilitou identificar e reconhecer um conjunto de medidas desenvolvidas por meio de técnicas, processos, metodologias, atividades, procedimentos, tarefas e rotinas, que garantem a eficiência de serviços ou ações existentes que são definidos como práticas.

Fonte: Assessoria de Comunicação - Ameron

comments powered by Disqus