postado em: 24/10/19 as 11:00, atualizado em: 25/10/19


Escola Tiradentes VII domina a premiação do Concurso de Redação Justiça e Cidadania


A Escola Tiradentes VII, antiga Colégio Manaus, foi militarizada há dois anos. A mudança na direção da instituição parece ter surtido efeitoo, pois no Concurso de Redação Justiça e Cidadania na Escola, os três primeiros colocados na Categoria Aluno, estudam no estabelecimento de ensino. Mas eles não foram os únicos contemplados, isso porque nas 21 comarcas que participaram da ação, todos os três primeiros colocados também foram premiados com uma bicicleta.

A estudante Victória Larissa Belfort, 15 anos, tem o sonho de se tornar juíza, quando teve a oportunidade de conhecer o Fórum Criminal de Porto Velho, por causa do projeto da Cartilha Justiça e Cidadania na Escola, a estudante não pensou duas vezes em qual personagem incorporar na simulação do Tribunal do Júri. Victória Larissa Belfort foi juíza por um dia e após acompanhar uma audiência, aplicou os ensinamentos observados em caso real na simulação com os colegas de classe. Quando participou da atividade, a menina jamais imaginou de que seria a grande vencedora do Concurso de Redação “Justiça e Cidadania na Escola”. “Eu fiquei muito surpresa, pois eu fiz a redação porque eu precisava de pontos para passar na matéria de Língua Portuguesa. Pensei em dar o meu melhor e pesquisei sobre as pontuações, os acentos e a linguagem que devemos usar. Não imaginava estar aqui hoje e ter ganho o concurso. A visita dos juízes nos ajudou muito porque eles falaram bastante sobre o assunto e explicaram mais especificamente sobre a Justiça e Cidadania”, contou emocionada.

Dedicação e comprometimento, assim define a aluna Ana Beatriz Rodrigues Alves, colega de turma da Victória Larissa Belfort. Ana acabou se classificando em segundo lugar no concurso e também recebeu a bicicleta como premiação. “Eu estava tentando e me esforcei bastante. A minha tia me ajudou muito também e com o auxílio das minhas professoras não teria sido possível chegar até aqui. Também teve a premiação que foi uma motivação a mais sim. O segredo do texto bem escrito é a forma de falar, da pessoa se expressar e argumentar o que está vendo ou acontecendo. Eu estou muito grata e feliz”, afirmou.

O ditado popular: “água mole, pedra dura, tanto bate até que fura” expressa o sentido de persistência, nunca essa frase representou tanto para a Laura Nicole Bomtempo - colega de turma das demais vencedoras – como agora. A estudante revela que sempre participa de competições e concursos, porém jamais logrou êxito. “Sempre eu queria ganhar alguma coisa e não é de hoje que comecei a treinar para ganhar algo. Eu sempre quis estudar para ter uma conquista que seja para todo mundo ver que eu me esforcei para ganhar alguma coisa. Isso não seria possível sem a nossa professora de português, a Eliana. Junto com ela e os demais professores há o incentivo dos alunos da minha escola a fazer coisas boas como estudar, pois assim é possível ter um futuro melhor. Hoje eu consegui ganhar um prêmio e estou muito feliz por isso”, disse entusiasmada.

As três vencedoras tiveram que passar por uma pré-seleção de textos na própria escola que ficou responsável por indicar os nomes para uma fase final de avaliação. Na última etapa de correção, uma comissão julgadora avaliou tratar os textos levando em consideração se estavam pertinentes ao tema proposto, realizados individualmente, se eram inéditos e obedeceiam à norma culta da língua portuguesa e ao regramento do texto dissertativo. A comissão também observou se o conteúdo era original, se tinha clareza no desenvolvimento das ideias e correção gramatical do texto.

O Concurso de Redação “Justiça e Cidadania na Escola 2019”, que teve como temática “Justiça e Cidadania também se aprendem na escola: meu conhecimento faz justiça” é uma realização da Associação dos Magistrados do Estado de Rondônia (Ameron), em parceria com a Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) e Escola da Magistratura (Emeron). O projeto recebeu o apoio da Secretaria Estadual de Educação, Ciclo Cairu e Supermercados Irmãos Gonçalves.


Fonte: Assessoria de Comunicação - Ameron

comments powered by Disqus