postado em: 05/08/20 as 14:00, atualizado em: 05/08/20


Compromisso com a sociedade: Justiça de Rondônia supera a marca de 5 milhões de atos judiciais durante a pandemia da Covid-19


Compromisso com a sociedade, esse é um dos pilares da Justiça de Rondônia, que, no último dia 31 de julho, superou a marca de mais de 5 milhões de atos judiciais, realizados por meio de trabalho remoto ou presencial durante a pandemia da Covid-19. A crise abalou o mundo em 2020.

Em dezembro de 2019, o Tribunal de Justiça de Rondônia (TJRO) já tinha conquistado o Selo Diamante de Qualidade, conferido pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ). A honraria revelou o empenho de magistrados e servidores para atingir a excelência na prestação jurisdicional.

No total, de 16 de março a 31 de julho, foram 5.189.056 atos judiciais; sendo 285.332 decisões; 61.538 despachos; 95.689 sentenças e 4.773.497 atos serventuários. “A alta produtividade do Judiciário rondoniense comprova a dedicação dos magistrados em continuar servindo a sociedade, mesmo com esta crise nunca antes vista na história, que chegou a parar o mundo, mas não a Justiça. O empenho da magistratura demonstra o compromisso dos juízes e desembargadores em oferecer acesso efetivo à Justiça para toda a sociedade”, ressalta o presidente da Associação dos Magistrados do Estado de Rondônia (Ameron), desembargador Alexandre Miguel.

Segundo dados divulgados pelo TJRO, o Judiciário também tem desempenhado um papel importante com a destinação de recursos para aquisição de material, EPIs, entre outros custos na área da saúde. Em todo o país, as destinações dos tribunais brasileiros totalizaram mais de 419 milhões reais. O TJRO está entre os dez tribunais de Justiça do Brasil com maior destinação de recursos, com 4 milhões e 365 mil reais, provenientes de pagamento de penas pecuniárias.

Fonte: Assessoria de Comunicação - Ameron

comments powered by Disqus